Como foi feito ?

Adoro descrever os processos de set-up de foto, uma vez que agora todo mundo é fotógrafo e o máximo que se faz é jogar uma tocha descoordenada no subject, fazer um tratamento cool no Lightroom com bastante vinheta e POW ! Puta foto ! Caramba, antes apenas uma ou outra fotografia que fazíamos saia muito boa. Hoje, todas as fotos são awesome. Será ? Talvez pelo lado técnico e artístico nem tanto …

Captura de Tela 2015-08-25 às 16.37.15

Veja só. Uma imagem de 360 graus na horizontal por 70 graus na vertical. Alta definição (não aqui no site rs). Feita com Nodal Ninja R10, tripé, 5DII e 20 mm – clicamos cerca de 10 imagens para podermos ter esta imagem … está bem natural, com pouco tratamento em Lightroom …. para costurar, PTgui …. o melhor ! O cuidado na costura e captura é essencial … para aprender, procure em nosso Workshop360VR http://zpr360.com/?p=1901

sem título-143

sem título-98

Legal, vamos lá: estes dois retratos realizados para a Tatoo Ink de São Paulo. Set-up simples. Organizei aquele pequeno espaço para criar o clima “O Poderoso Chefão”. Medi a luz da luminária, que devia estar em 1/20s com uma abertura de 11f, pois era o mínimo que meu Flash a bateria conseguia com uma sombrinha translúcida a 45 graus. Usei máquina de fumaça, bem fraquinha e espalhei a fumaça, para deixar tudo mais suave, menos contraste e um “ar” especial. Aprendi fazendo luz de cinema isso. Ah, calibrar o WB para reforçar o “quante” da iluminação, uma vez que a tocha a luz é branca em comparação a luminária. Usei uma 5DMKII com uma 24-105mm em 50 mm.

DSC_2188-2-Edit copy

DSC_2144-Edit copy

Bom, estas duas fotografias de retrato em locação foram feitas para o evento Two Wheels Brazil. Utilizei uma câmera com um range forte, a D800E. Deixei a câmera no tripé fixa, e fiz algumas tomadas apenas do ambiente, deixando o foco fixo no local onde depois, teríamos nossos retratados. Utilizei um flash a bateria de 400 watts na potência máxima, mas tudo que tive foi algo perto de 5.6f com cerca de 1/125s …. nada mal. Apenas usei algumas partes das fotos sem as pessoas, para algumas partes da imagem que fusionei, mas nada muito forte. Sutil. No flash, tinha apenas um beauty dish a 45 graus ao lado esquerdo de quem fotografa, mas tomando cuidado para não deixa a luz entrar na lente, usando uma bandeira. Usei uma lente 24-70mm das tops da Nikon. Thanks to Toni Mellone pela câmera e Juliane Bezerra pela oportunidade.

IMG_2453

Este retrato foi feito com a luz que entrava pela janela, com um difusor e um rebatedor grande ao lado direito do modelo. Uma simples fotometria no rosto do modelo foi suficiente.
O reflexo no vidro é muito bacana e ajuda a dar mais profundidade à cena. Se não me engano, usei uma D800E com 24-70mm em 5.6f, em cerca de 35 mm de abertura.

IMG_3496

Retrato da Art Garage, em Perdizes, SP/SP. Juninho se posicionou com a moto, e o centro da imagem foi o guarda-roupas transformado em fetiche (rs). Utilizei duas tochas de 300 watts Profoto com refletores parabólicos nelas. Cada uma a 30 graus do modelo. 5D MKII com 24-105mm em 28 mm em 11f com cerca de 1/60s. Pocket wizard para disparar.

IMG_0044

Set-up interessante. Os modelos saltavam em uma pequena cama elástica. Tínhamos um flash de 300 watts Profoto (o flash é mais rápido que outros) com um softbox de 75×150 cm em potência mínima um pouco deslocado à esquerda do fotógrafo. Ao lado direito do modelo uma tocha com um refletor parabólico com gelatina laranja. O fundo, por si só, ficou levemente amarelado, esquentando a cena. O WB ficou para 5000 k. 1/180s e 8.5f com Canon 5DMKII e 70-200mm.

CASA-COR-anuncio-dourado

A imagem de fundo está lá, não é recorte. Fotografei e imprimi em um grande painel. Ficou de fundo. O lustre também estava ali. Usamos luz contínua para iluminar a modelo, o fundo e o lustre, que também estava acesso, e sua iluminação própria foi registrada pela câmera. Usamos diversos difusores e “marmitas” nesta iluminação. O difícil foi controlar as sombras no rosto da modelo de forma que ficasse agradável. E pois, bem, conseguimos. Cliente: Cristallo (Italy), figurino: Osmar Versolatto.

Captura de Tela 2015-06-17 às 16.08.12

Luz de janela. Duas tapadeiras usadas como rebatedor a 45 graus cada uma e lente 50mm 1.4f em 2.8f Veja nas pupilas dele, a janela (de meu antigo estúdio). A luz de janela ainda é uma das melhores e sempre será.

Captura de Tela 2015-06-25 às 18.47.28

Retrato de Marco Leal. São duas tochas de 300 watts a meia carga com stripbox de 90×30 cm a 35 graus ao lado da câmera. 5DMKII e 70-200mm. Acredito que estava com 11.5f e 1/180s. Pós com filtro da NikColor, e desfoque usando máscaras na ponta do nariz bem sutil. E um contra bem fraquinho a 45 graus por detrás do Marco. That’s all Folks !

Após uma breve pausa, voltamos a mostrar como fazemos. Trata-se de uma imagem esférica do interior de uma Van da Mercedes Benz.

Após decidir pela iluminação natural com difusor, escolhemos a Sony Alpha 7s com uma 10 mm Sigma, por conta de seu tamanho pequeno, assim como a Nodal Ninja 3 com EZII. Usamos uma grua para entrar pela janela, evitando costuras e retoques nos estofados, o que considero ruim. A costura pelo PTgui não reserva surpresas. Voilá … DSC01948-Panorama montagem_DSC1214 copia Panorama copiar

One Response to “Como foi feito ?

  • Bela iniciativa, belo gesto e belíssimas fotos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>